×
Utilize aspas para busca exata.

Política de Cookies

Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet. Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet.

Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet.

fechar

Política de Privacidade

fechar

Política de Uso de Dados

fechar

Notícias

Abrir Filtros

Acib pede celeridade na tramitação da MP 905, que cria o Programa Verde Amarelo

Acib pede celeridade na tramitação da MP 905, que cria o Programa Verde Amarelo

A Acib enviou, nesta quinta-feira, 12, um documento ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, solicitando a instalação imediata da Comissão Mista para análise da MP 905/19, que cria o Programa Verde e Amarelo, com foco na inserção do jovem no mercado de trabalho e na continuidade da modernização das relações trabalhistas. O mesmo expediente foi enviado aos senadores de Santa Catarina Dario Berger, Esperidião Amin e Jorginho Mello, para que tenham conhecimento do assunto.

 

O ofício ressalta que as alterações propostas pela MP 905/19 são de suma relevância para o setor produtivo, na medida em que favorecem o ambiente de negócios, a segurança jurídica e a competitividade das empresas. Destaca como mudanças mais importantes: 

 

- a nova modalidade de contratação trabalhista (“Contrato Verde e Amarelo”);
- o fim da contribuição adicional de 10% do FGTS;
- a não configuração de acidente no percurso de casa para o trabalho e vice-versa como acidentes de trabalho;
- o trabalho aos domingos e feriados;
- o estímulo ao microcrédito;
- o fim do recolhimento prévio de multa administrativa como condição para interposição de recurso administrativo;
- o conselho recursal paritário tripartite – CARF trabalhista;
- a ampliação das hipóteses de dupla visita na fiscalização;
- a exclusão de exigência de inspeção prévia para início das atividades; 

- e a competência da autoridade máxima regional para embargo ou interdição. 

 

"Para que a matéria alcance os resultados almejados, em prol do desenvolvimento nacional, da geração de empregos e da competitividade das empresas brasileiras, é fundamental que a Medida Provisória 905/2019 tramite de forma célere no Congresso Nacional”, observa o documento. 

 

Além do presidente da Acib, Avelino Lombardi, assinam o ofício as seguintes entidades: Associação das Microempresas, Empresas de Pequeno Porte e Empreendedores Individuais de Blumenau – presidente Élson Schutz; Câmara de Dirigentes Lojistas de Blumenau – presidente Hélio Roncáglio; Intersindical Patronal de Blumenau e Região – coordenador José Carlos Muller; Conselho de Desenvolvimento Econômico da Itoupava Central – Friedrich Gierus; e Vice-Presidência da Fiesc para o Vale do Itajaí – Ulrich Kuhn. 

 

Compartilhe: