×
Utilize aspas para busca exata.

Política de Cookies

Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet. Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet.

Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet.

fechar

Política de Privacidade

fechar

Política de Uso de Dados

fechar

Notícias

Abrir Filtros

Deputado federal Darci de Matos fala sobre Reforma da Previdência na Acib

Deputado  federal Darci de Matos fala sobre Reforma da Previdência na Acib

A Reunião Conjunta do Conselho Deliberativo, Fiscal, Superior e Diretoria Acib desta segunda-feira (10) debateu a reforma da previdência social com o deputado federal Darci de Matos (PSD), que participa da Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados. “Conquistei espaço pela minha posição inexorável a favor da reforma”, destacou o parlamentar.

 

Ele iniciou a conversa explicando que o princípio da previdência é solidário, onde todos contribuem para serem amparados na velhice. Mas, destacou que, no momento, “sabemos que a situação é diferente”. “Mudou a lógica da Previdência, está com outros objetivos, além do problema da inadimplência e corrupção”

 

No entanto, Matos afirmou trazer uma boa notícia. “Já aprovamos uma ´perna´ da reforma da previdência, a MP 871, que combate a corrupção e irá promover uma economia de 200 a 220 bilhões de reais em 10 anos”, afirmou.

 

Ele comentou que hoje tem muita gente que tem o benefício sem merecer, citando como exemplo o pescador. “Tem 10 mil pescadores beneficiários no lago Paranoá em Brasília”, comentou.

 

De acordo com o parlamentar, “a MP 871 tira possibilidades como esta, promoverá um pente fino, correções e com isso uma grande economia”.

 

Matos também defendeu a necessidade da idade mínima para aposentadoria e que a reforma tem que permitir ao menos uma economia de R$ 800 bilhões para não ficar inviável. Ele destacou ainda a necessidade de manter os servidores públicos na reforma e que irão “buscar todo o apoio necessário junto ao Centrão para aprovar a reforma”.

 

O prefeito de Blumenau Mario Hildebrandt enfatizou a necessidade de se estabelecer o teto e de incluir o serviço público dos municípios e estados na reforma. 

 

Ao final, Matos ainda esclareceu algumas dúvidas dos empresários presentes na reunião.

Compartilhe: