×
Utilize aspas para busca exata.

Política de Cookies

Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet. Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet.

Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet.

fechar

Política de Privacidade

fechar

Política de Uso de Dados

fechar

Notícias

Abrir Filtros

Núcleo de Atividades Físicas da Acib traça panorama sobre a pandemia de Covid-19 e as academias

Núcleo de Atividades Físicas da Acib traça panorama sobre a pandemia de Covid-19 e as academias

Entre os dias 1 e 8 de julho o Núcleo de Atividades Físicas da Acib realizou uma pesquisa com frequentadores de academias de Santa Catarina com o objetivo de ter um panorama real da atividade física no Estado frente à pandemia de Covid-19 e levantar dados consistentes sobre os protocolos de segurança aplicados nas academias e qual o risco de contágio. O questionário foi respondido por 2605 pessoas, das quais 92% já retornaram às atividades físicas nas academias.

 

Dos respondentes, 39% retornaram à academia há cerca de 30 dias, 33% em torno de 60 dias e 17% há mais de 60 dias. Do universo de pesquisados, 91% se disseram satisfeitos ou muito satisfeitos com os protocolos de segurança das academias as quais frequentam. Entre os protocolos mais comuns citados estavam o uso obrigatório de máscaras, pontos de álcool em gel, higienização frequente dos aparelhos, respeito ao distanciamento de 1,5 metros entre os alunos, bebedouros lacrados, avisos visuais e auditivos e uso restrito dos vestiários, nesta ordem. Em menor número apareceram orientações por cartilhas, tapete sanitizante na entrada, proibição de frequência de idosos e aferição de temperatura na entrada. 

 

Quando perguntados se foram contaminados pelo Covid-19 no período em que estão frequentando a academia, 96% responderam não, 4% ainda não estão frequentando e apenas 14 pessoas, o que corresponde a 0,54% do universo de respondentes disseram que foram contaminadas. Dos 14 infectados, dez disseram estar muito satisfeitos ou satisfeitos com os protocolos de segurança, somente 1 não estava satisfeito. Oito deles são de Blumenau, quatro de Gaspar e dois de outras cidades.

 

De acordo com o coordenador do Núcleo de Atividades Físicas da Acib, Sebastião Schmitt Junior, os resultados da pesquisa mostram que quem está frequentando as academias e estúdios de atividades físicas está se sentindo seguro, além do que a taxa de contágio dessas pessoas é muito baixa. “A partir desses dados, podemos mostrar aos governantes e à população em geral que estamos aqui para ajudar na saúde das pessoas. A atividade física é um dos meios mais importantes de prevenção”, aponta Schmitt.

Compartilhe: