ACIB conhece projetos voltados à educação de jovens

ACIB conhece projetos voltados à educação de jovens
29/08/2023

ACIB conhece projetos voltados à educação de jovens

A Associação Empresarial de Blumenau (ACIB) recebeu nesta segunda-feira (28/8) representantes de dois projetos voltados para a educação de jovens. O empresário Claudio Schnaider e a educadora Laura Cristina Alves Peixoto trouxeram para a pauta da reunião de diretoria a formação “Como gerir o dinheiro para realizar o que desejo”. Já a presidente da ONG Olakunde, Shirlei Fabiana Silva, apresentou a iniciativa “Preparação para o Mundo do Trabalho”.

O primeiro projeto é voltado para jovens de 16 e 24 anos e trabalha formas de gerenciar recursos financeiros. “Precisamos falar para os jovens que o dinheiro faz parte da vida dele desde que nasceu. Hoje não se aprende a gerir dinheiro na escola”, avalia Schnaider. A ideia é trabalhar um curso de 90h em quatro módulos que falam de dinheiro, empreendedorismo, visão de futuro e consumo consciente. Na vida adulta, os jovens terão de administrar recursos, sejam eles pessoais ou da empresa onde trabalham. Queremos que esse projeto ajude na capacitação deles”, completa Laura. A ideia é que a primeira turma tenha cerca de 30 alunos e que inicie em outubro com aulas ministradas na ACIB. Mais informações devem ser divulgadas em breve.

A professora Shirlei, presidente da ONG Olakunde, trouxe um projeto voltado para a capacitação de jovens de escolas públicas de Blumenau e região. O “Preparação para o Mundo do Trabalho” quer dar aos adolescentes a chance de conseguir o primeiro emprego de aprendiz. “Nós temos uma carga horária aplicada em horário de aula e dentro das escolas públicas para facilitar o acesso dos alunos”. Ela explica que as turmas onde se identificam potencial de aproveitamento são “premiadas” com o curso que trabalha sustentabilidade, primeiros socorros, higiene pessoal, técnicas de entrevistas e demais temas relacionados ao mundo do trabalho. “Nós deixamos eles prontos para entrarem nas empresas”, avalia. O projeto tem 80 horas e é aplicado a jovens do Ensino Médio de escolas em cidades da região. Para o ano que vem, a presidente quer atuar em colégios de comunidades carentes de Blumenau e no Casep.

“Nós precisamos que as empresas se interessem e aceitem entrar nas escolas para realizar as entrevistas de emprego”, sensibiliza. Segundo ela, quando há esse tipo de interesse, a conversão de contratados chega a 70%. Shirlei explicou ainda que uma das formas de captar dinheiro para o projeto é através da doação de parte do Imposto de Renda via Fundo da Infância e da Adolescência (FIA), indicando a iniciativa que será atendida. Para manter uma turma de 80 horas, por exemplo, são necessários cerca de R$ 35 mil. As doações podem ser feitas até abril de 2024.

Doações em 2022

De acordo com a Prefeitura de Blumenau, contribuintes (pessoas físicas ou empresas) que declaram Imposto de Renda podem fazer doação de parte do tributo devido para os Fundos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (FIA) e do Idoso (FMI). Em 2022, o FIA recebeu R$ 2,5 milhões e o FMI R$ 1,1 milhão.

A presidente Christiane Buerger ressaltou a importância dos projetos. “Nossas empresas precisam de pessoas e de iniciativas que as qualifiquem”, reflete.

Pular para o conteúdo