Conselheiro Alfredo Lindner apresenta considerações sobre Ponte do Centro

Conselheiro Alfredo Lindner apresenta considerações sobre Ponte do Centro
03/10/2017

Conselheiro Alfredo Lindner apresenta considerações sobre Ponte do Centro

Na reunião conjunta da Diretoria e Conselho Deliberativo da Acib ocorrida nesta segunda-feira (2), o conselheiro e arquiteto Alfredo Lindner apresentou informes e reflexões sobre o Planejamento Urbano e o Sistema Viário de Blumenau. O tema principal da explanação foi a nova Ponte do Centro. Ele detalhou o projeto Blumenau 2050, lançado em junho de 2008, que pretendia servir como agenda de planejamento territorial e documento base de atuação para os próximos governantes. “As ações estão previstas para cinco grandes eixos. O projeto foi debatido por arquitetos profissionais, não podemos simplesmente jogar tudo fora”, apontou.

Lindner detalhou o projeto no que diz respeito ao convênio com o BID e ações projetadas como ponte do Centro, revitalização da prainha, circuito ciliar, entre outros. Ele salientou que vê problemas na ponte que está sendo licitada. “Com relação ao projeto anterior este é pior porque temos agora um cruzamento com o semáforo em frente à Rede Feminina de Combate ao Câncer e outro na República Argentina. O corredor estrutural norte que está sendo proposto é sem sentido e o binário rua Chile com a República Argentina não está em conformidade”.

O presidente da Acib, Avelino Lombardi, lembrou o posicionamento da Acib a respeito do tema: “Não somos contra qualquer ponte. Entendemos que a comunidade pagou R$ 1,1 milhão pelo projeto da ponte anterior, portanto deveria ser feito. Outro projeto poderia ser feito desde que fosse respeitada a parte técnica. Quando a primeira proposta foi lançada, chamamos técnicos e levantamos todas as não conformidades. Entregamos ao prefeito Napoleão Bernardes e não tivemos resposta. Se aquelas reivindicações forem atendidas no projeto que está sendo proposta agora, não podemos ser contrários. Precisamos não de apenas uma, mas de várias pontes”.

Pular para o conteúdo