Empresários da Itoupavazinha conhecem melhor o funcionamento da Acib

Empresários da Itoupavazinha conhecem melhor o funcionamento da Acib
29/08/2017

Empresários da Itoupavazinha conhecem melhor o funcionamento da Acib

Para aproximar a Acib dos empresários das mais diversas regiões da cidade, a entidade promoveu nesta segunda-feira (28) mais uma edição do evento “Acib nos Bairros”, desta vez com empresários da Itoupavazinha. O encontro aconteceu nas dependências da empresa CartonDruck. Na ocasião, o presidente da Acib Avelino Lombardi, destacou a importância da participação da >

Os serviços da entidade e os benefícios do associativismo foram apresentados pela diretora Flávia Kurth. Ela também ressaltou a necessidade da parceria para fortalecer a atuação das empresas na região. “Nossa vida empresarial não é e nem precisa ser solitária. É justamente para isso que a Acib se coloca à disposição da >

Apresentação de cases

Dois cases de sucesso de empresas localizadas na região foram apresentados no encontro. O primeiro, da Copa&Cia, com o diretor Thomas Vollmer. A empresa blumenauense, fundada em 1998, é focada em design e artigos para mesa e decoração. Além de buscar inspiração na brasilidade, para a produção de suas peças, a companhia tem apostado em pesquisas de mercado em países como Índia, Portugal, Turquia e China. “Não existe uma fórmula certa para o sucesso, e sim atitudes e ações que precisamos fomentar todos os dias para chegar lá. No caso da Copa & Cia, queremos sempre entender o que desperta o desejo de consumo das pessoas e oferecer um atendimento diferenciado”, disse Vollmer.

O outro case da noite foi da Hemmer Alimentos, empresa blumenauense que produz e comercializa produtos em conserva há mais de 100 anos. De acordo com o gerente comercial e de marketing da empresa, Elisandro Nunes da Rosa, atualmente são mais de 700 colaboradores e um parque fabril com cerca de 24 mil metros quadrados. Embora tenha nascido com foco no chucrute e nas conservas, a Hemmer também se destaca hoje por sua linha de mostardas e demais condimentos. “O DNA da Hemmer é o sabor. Nosso negócio é fazer o que sabemos fazer. Antes éramos uma empresa de alimentos. Hoje, nos consideramos uma empresa de gastronomia”, explicou.

Pular para o conteúdo