Núcleo de Energias Renováveis e EBM Lauro Müller realizam projeto com estudantes

Núcleo de Energias Renováveis e EBM Lauro Müller realizam projeto com estudantes
03/07/2017

Núcleo de Energias Renováveis e EBM Lauro Müller realizam projeto com estudantes

Aprender, na prática, como tornar o mundo mais sustentável. É isso que estão fazendo os 450 alunos da Escola Básica Municipal Lauro Müller, de Blumenau (SC). Por meio de uma parceria com o Núcleo de Energias Renováveis da Acib (Associação Empresarial de Blumenau), os estudantes estão construindo um sistema de coleta de água da chuva, painéis de energia solar com material reciclável e um projeto de utilização de biomassa como adubo para a horta.

A ideia da parceria começou a ser desenhada em maio deste ano e a entrega dos projetos será no dia 1 de setembro. Depois disso, a intenção é estender as ações a toda a rede municipal de ensino. “A EBM Lauro Müller já possui movimentos, formais e informais, que buscam trabalhar questões que vão além dos conteúdos curriculares. Identificamos como um desafio o uso da temática Energias Renováveis como forma de inserir o estudante em atividades que estejam cada vez mais conectadas ao seu meio”, explica a professora de Ciências Bruna Scopel, uma das coordenadoras do projeto na escola.

O projeto é transdisciplinar e envolve todas as séries, do pré ao 9o ano. A captação da água da chuva será usada para rega da horta e também para limpeza da escola. Os paineis de energia solar serão construídos com caixas de leite e garrafas pet. Neste momento, os alunos do 9o ano estão fazendo uma campanha junto aos demais estudantes para arrecadar esses materiais recicláveis. Serão necessárias 500 garrafas pet e 500 caixas de leite. “Algo importante a se destacar é que estamos fazendo tudo de maneira sustentável, sem utilizar recursos financeiros”, aponta a professora Bruna.

Além do Núcleo de Energias Renováveis da Acib, a escola também conta com apoio da Hemmer Alimentos, que está situada nas proximidades. A empresa já cedeu uma caixa d’água para o sistema de captação de água, apoio técnico e mudas para a horta.

Ao final do projeto será produzida uma cartilha destinada aos pais dos alunos ensinando o passo a passo para que possam construir um sistema de captação de água da chuva nas suas próprias residências. “Esse tipo de ação sustentável prática cria hábitos e responsabilidades nos alunos para ações atuais e futuras. Além disso, a escola deve trabalhar para que a consciência sustentável desenvolvida nos alunos possa chegar até as famílias e a outros grupos sociais e ambientes frequentados por estes estudantes”, observa Bruna.

Pular para o conteúdo