Núcleo de Inovação recebe secretário de Desenvolvimento Econômico em reunião online

Núcleo de Inovação recebe secretário de Desenvolvimento Econômico em reunião online
09/04/2021

Núcleo de Inovação recebe secretário de Desenvolvimento Econômico em reunião online

A reunião online do Núcleo de Inovação da Acib ocorrida na sexta-feira (9) contou com a presença de representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Empreendedorismo de Blumenau (Sedec). O secretário Moris Kohl explicou como a pasta contribui para o processo de inovação. “Nossa intenção é criar alternativas para facilitar os negócios para quem integra o ecossistema da inovação”, observou. O encontro também contou com a participação do diretor de Desenvolvimento Econômico da Secretaria, Charles Schwanke, do diretor da Praça do Empreendedor, Rafael Oliveira, e do diretor de Micro e Pequenas Empresas, Nilson Passarin.

Schwanke apresentou algumas ações da Sedec, como o Plano de Retomada Econômica, desenvolvido após a pandemia para ser implementado de agosto a dezembro de 2020. ” A intenção agora é fazer um novo plano de desenvolvimento, contemplando este plano de retomada, mas também considerando o Pedem e o Plano de Governo do prefeito Mário Hildebrandt até 2024″, explicou.

Também citou o programa Salto de Aceleração de MEIs, que graduou 43 MEIs em Blumenau; a inauguração do Centro de Inovação em dezembro do ano passado com 100% de ocupação; o Instituto Gene, que recebe o valor de R$ 25 mil mensais da Secretaria para o fortalecimento das empresas incubadas; Distrito da Inovação; Programa Entra 21; participação no programa Cidade Empreendedora, do Sebrae, que contempla projetos para melhorar a administração pública, empoderamento feminino na gestão pública, educação voltada ao empreendedorismo, entre outros.

Segundo Moris Kohl, Blumenau tem ceca de 50 mil empresas e 66% delas são de serviços, portanto o olhar do Governo precisa ser voltado de forma especial também para este setor. Ele também destacou que 2020 terminou com saldo positivo com elação à abertura de empresas e a perspectiva para este ano é positiva.

Pular para o conteúdo