Núcleo de Marketing da Acib debate Growth Hacking

Núcleo de Marketing da Acib debate Growth Hacking
27/04/2023

Núcleo de Marketing da Acib debate Growth Hacking

A aplicação do Growth Hacking pelo Marketing foi tema de uma palestra promovida pelo Núcleo de Marketing da Acib no dia 26/04, com a fundadora da Vino Marketing Digital, Fernanda Trein, especialista em performance e estratégias e inbound e growth.

Ela apresentou estratégias e ferramentas para a aplicação do Growth Hacking, para resultados eficazes nas empresas. Destacou que é necessário englobar diferentes expertises para trabalhar pilares como aquisição, ativação, receita e indicação de usuários. As métricas e pesquisas, segundo Fernanda, também são fundamentais para nortear o foco das ações. “Growth também faz parte da cultura da empresa e uma prerrogativa é a união de times multidisciplinares, incluindo profissionais de TI ou engenharia, por exemplo. Além disso, éimportante notar que o Growth Hacking não é uma solução mágica para o crescimento. É uma abordagem que exige trabalho árduo, experimentação constante e uma mentalidade de testes e aprendizado contínuos”, acrescenta Fernanda.

O que é o Growth Hacking?

O termo “Growth Hacking” foi cunhado pela primeira vez por Sean Ellis, fundador da GrowthHackers.com, em 2010. Ele descreveu um “Growth Hacker” como alguém que “é um profissional de marketing, mas cujo trabalho vai muito além de simplesmente anunciar ou promover produtos. O Growth Hacker é alguém cujo verdadeiro norte é o crescimento. Tudo o que faz é examinado pelo potencial de impacto na aquisição de novos clientes.”Algumas das táticas comuns usadas em Growth Hacking incluem otimização de mecanismos de busca, marketing de conteúdo, marketing de influência, marketing de email, redes sociais e marketing viral. O objetivo é encontrar maneiras inovadoras de atingir o público-alvo de uma empresa e incentivá-los a se tornarem clientes ou a aumentar seu envolvimento com a marca.

Pular para o conteúdo