Proposta de Logística Reversa é apresentada na Acib

Proposta de Logística Reversa é apresentada na Acib
10/04/2018

Proposta de Logística Reversa é apresentada na Acib

Cerca de 1,3 bi de toneladas de lixo são produzidas no mundo ao ano e existe um déficit no processamento desses resíduos sólidos. Somente em 2017, 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico foram produzidas no planeta. O lixo eletroeletrônico possui elementos químicos tóxicos para as pessoas, como chumbo e mercúrio. Esses foram alguns dados apresentados à diretoria da Acib na segunda-feira (9) pelo engenheiro sanitarista e ambiental da empresa Weee.Do, Mark Era. Ele apresentou um panorama mundial e falou sobre a lei da logística reversa e obrigações de cada um.

Segundo o engenheiro, a Weee.Do surgiu com a ideia da responsabilidade compartilhada de todos na questão do lixo eletrônico e tem parceria com o CDI (Comitê para Democratização da Informática). Ele participou da reunião da diretoria da Acib para apresentar a ideia de uma rede de Ponto de Entrega Voluntário – PEV. A intenção seria a Acib, por meio de seus parceiros, formar uma rede de coleta. A coleta seria feita pela Weee.Do.

Além da coleta, Weee.Do apresenta relatórios de sustentabilidade trimestrais do projeto, com dados sobre materiais coletados, doações realizadas, além de outras informações. Empresa também emite um certificado de que resíduos foram recolhidos corretamente. A diretoria da associação irá debater internamente como pode ser feita essa cooperação.

Pular para o conteúdo